Bombeiros de Cascais estreiam novos equipamentos

0
519

Os Bombeiros de Cascais acabam de estrear os novos EPI urbanos adquiridos no âmbito do orçamento participativo promovido pela Câmara de Cascais.

Os 100 equipamentos puderam passar a ser utilizados após a oferta de igual número de cacifos duplos onde passaram a ser guardados com os restantes EPI.

Os cacifos foram oferecidos pela Junta de Freguesia de Cascais e Estoril.

Estes equipamentos são produzidos com as fibras mais resistentes, que existem atualmente.

A Fibra PBO ou Polybenzoxazole, é conhecida como a fibra mais resistente existente actualmente. Para além de ser extremamente resistente, não encolhe facilmente quando exposta a elevadas temperaturas. Esta fibra não se decompoe ou derrete, quando exposta a temperaturas até 600 graus celsius. Quando comparada com outras fibras, o seu índice de limitação de oxigénio ou a capacidade de uma fibra se extinguir automaticamente, o PBO, supera em muito o PBI (polybenzimidazole) e aramida. Tal como o PBI, o PBO é misturado com outras fibras para fabricar os equipamentos de protecção individual.

 

 

 

 

 

Mais de 100 corpos de Bombeiros, nos Estados Unidos da América utilizam o PBO, para fabricar os seus equipamentos de protecção individual. Corpos de Bombeiros, no Japão, Coreia, Holanda, Suécia, Turquia e Reino Unido, reconhecem os benefícios do uso do PBO e estão actualmente a fabricar e a trocar os seus equipamentos, por equipamentos fabricados em PBO. Estão em curso actualmente testes em operações reais noutros países europeus e no Médio Oriente.

O Corpo de Bombeiros da AHBVC é o primeiro Corpo de Bombeiros, em Portugal, a adoptar equipamentos nesta fibra.